A sua estratégia de SEO para Black Friday está pronta?

Relógio de ponteiro com fundo preto

A Black Friday de 2018 é só dia 23 de novembro, mas é importante você antecipar e começar a pensar em quais estratégias de SEO irá fazer no seu e-commerce. O objetivo deste post é apresentar algumas dicas e ideias de como você pode explorar melhor os resultados orgânicos em uma das maiores datas sazonais do comércio eletrônico.

Faço essa pergunta pelo fato de que é recomendado (a nível de SEO) que a estrutura das suas principais páginas da Black Friday esteja otimizada pelo menos um mês antes dessa data, visto que há o tempo de interpretação por parte dos buscadores.

Ao analisar o comportamento de buscas que envolvem o termo “black friday” pelo Google Trends, é possível notar um aumento de interesse já no começo de outubro:

Gráfico do Google Trends com o interesse no termo black friday.
Prepara-se com antecedência para otimizar as suas páginas da Black Friday.

O que pode abrir interpretação para alguns tipos de comportamento como:

  • As pessoas querem saber mais informações (quando, como funcionando, lojas confiáveis, etc).
  • Os possíveis compradores começam a verificar os preços dos produtos que elas possuem interesse.
  • Os usuários começam a verificar as ações pré black friday das lojas que costumam a comprar.

Algumas delas ficam mais evidentes quando vemos as consultas relacionadas ao “dia” e “quando é” e outras quando as pessoas começam a procurar modelos ou itens específicos (essa situação eu trato mais adiante no texto). Por isso, além de começar as otimizações com antecedência, é importante criar estratégias que levem em consideração essas etapas que antecedem a data. Abaixo, listei algumas estratégias para você trabalhar na sua loja e otimizar o teu tráfego orgânico.

Use uma página fixa para a Black Friday

Um erro bem comum é a criação de URLs para as páginas da Black Friday com a inclusão no ano corrente da promoção, por exemplo, /black-friday-2018. O problema dessa estrutura é que a relevância adquirida nos anos anteriores é perdida, pois os buscadores consideram elas como URLs novas. Uma boa prática é utilizar uma URL padrão como /black-friday, dessa forma você mantém a relevância adquirida por essa URL. E caso você ache interessante otimizar para o ano, utilize o termo no title e em alguma parte do conteúdo dessa página.

Se caso você tenha aplicado essa estrutura nos anos anteriores, faça um redirecionamento permanente (redirect 301) das versões anteriores para uma nova versão padronizada. Dessa forma, você transfere a relevância obtida com as anteriores. Vale também analisar se há backlinks apontando para alguma estrutura antiga, pois eles podem passar relevância para a nova estrutura.

E no intervalo entre uma black friday e outra, você pode trabalhar com uma estratégia de conteúdo diferenciada, de tal forma que você vá incluindo o conteúdo gradativamente. Por exemplo, nesse 1 mês antes que você coloca a estrutura inicial, é interessante colocar textos mais informativos sobre a data, quando ela acontece, o histórico e algumas curiosidades. E conforme as semanas forem passando, você vai incluindo elementos mais ligados a conversão da página (ex: produtos mais vendidos, guias de compras e categorias preferidas pelo público do seu site).

Crie páginas para as principais categorias

Uma boa prática que pode trazer resultados interessante para a Black Friday é a criação de “páginas filhas” das categorias mais buscadas. Ao invés de concentrar tudo em apenas uma única página, crie páginas relacionadas como /black-friday/celulares, /black-Friday/games, entre outras. Dessa forma, você consegue otimizar as páginas para intenções de buscas que envolvem termos procurados pelos usuários, além de ter a possibilidade para fazer um conteúdo diferenciado para cada uma delas (o que é a parte mais importante dessa estratégia).

Fluxo de organização de páginas para black friday. A página hub com suas páginas filhas.
Crie páginas filhas com potencial de buscas.

Nesta otimização é importante que você garanta que essas páginas estejam com uma boa estrutura de links internos, ou seja, elas se comuniquem com as principais páginas daquela categoria e que estejam com links para esse hub de páginas que você criou.

Utilize outras páginas sazonais ao seu favor

Aqui vai uma dica marota (chegando nos trintas a gente começa pegar umas gírias de tiozão, é inevitável). Se você tem outras páginas sazonais como dia dos pais, cyber monday, dia das mães, entre outras. Crie uma área nelas que faça um link para a sua página da Black Friday, pois elas possuem uma relevância e ao criar essa linkagem, você dá mais força para essas páginas, por exemplo:

Esboço de página de dia das mães com link para a página da Black Friday.
Utilize outras sazonalidades para impulsionar as páginas da Black Friday.

E você pode fazer isso quando tiver outras datas sazonais importantes. Por exemplo, no Natal, crie um link dessa página da Black Friday apontando para ela.

Faça um teste pré Black Friday para ver se você aguenta!

Brincadeira que apresenta a foto da Regina Casé no seu programa Esquenta.
Prepare seus servidores com antecedência.

Além de ter o conteúdo otimizado, uma boa estrutura de links internos, também é importante que você garanta que o seu servidor vai aguentar o excesso de acessos que vão acontecer no dia da Black Friday. Uma dica para você calibrar o seu servidor é realizar uma promoção “esquenta” com descontos semelhantes ao dessa data.

Como não é algo esperado pelos usuários, utilize a mídia paga para atrair o máximo de pessoas que você conseguir. Dessa forma, você consegue avaliar o quanto de tráfego você aguenta e realizar os ajustes no servidor necessários até o dia.

Vale lembrar que para garantir que você está tirando o melhor proveito, você deve otimizar o tempo de carregamento da página. Recomendo você utilizar as seguintes ferramentas para saber o que você precisa melhorar:

Com elas você vai ter uma análise detalhada sobre os pontos que estão ruins. E além de garantir que a página está com carregando rápido, garanta que ela está com uma quantidade de kilobytes reduzida para garantir uma performance com dispositivos móveis.

Otimize produtos e categorias que mais vendem

Utilize os dados ao seu favor! Veja as métricas das tuas últimas black fridays e avalie quais categorias e produtos tiveram melhor rendimento. Caso você não tenha um volume interessante de dados para análise, utilize o Google Trends e o Keyword Planner para avaliar as sazonalidades e volumes de buscas segmentados mês a mês. Por exemplo, ao analisar o termo “notebook” no Google Trends, temos o seguinte cenário:

E é interessante observar que das 25 consultas relacionadas, apenas 1 contém o termo que envolve a promoção (“notebook black friday”) e o restante são termos ligados a marcas, peças ou modelos específicos. O que reforça a ideia de não otimizarmos apenas algumas páginas para a data e sim olhar para outras áreas do site.

Após ter em mente que páginas serão priorizadas, pense em otimizações que você pode realizar nessas páginas. Aqui vão algumas ideias:

  • Revise titles e descriptions.
  • Melhore o tempo de carregamento dessas páginas.
  • Adicione conteúdo sobre a Black Friday em alguma área da página (que faça sentido e esteja no contexto).
  • Crie conteúdos adjacentes relacionados aos produtos (ex: perguntas frequentes, dicas de uso e guias de compras).
  • Adicione links na home para essas páginas (com bom senso).

E tome cuidado para não criar conteúdo duplicado nessas páginas, em que se tenha textos diferenciados em cada uma dessas landing pages.

Lembra das ferramentas para olhar o tempo de carregamento que dei dica no tópico anterior? Utilize elas para analisar as páginas específicas do teu site, por exemplo:

Exemplo de URL específica em uma página da ferramenta do Google PageSpeed Insights
Utilize as ferramentas para analisar páginas específicas e não só as páginas iniciais.

É bem comum o pessoal olhar apenas para a página inicial e ignorar o restante. Por isso, avalie todas as páginas que você otimizar. Se quiser otimizar o processo, utilize uma API do PageSpeed Insights para facilitar a análise em escala.

Bônus: AMP para E-Commerce

Este item de AMP (Accelerated Mobile Pages) não chega a ser uma estratégia e sim uma das minhas apostas para o ano de 2019 em termos de SEO. É um projeto recente, mas que vem ganhando alguns adeptos (inclusive no Brasil) com essa estrutura mais enxuta e que possuem um carregamento otimizado para dispositivos móveis. Achei que fosse ganhar mais corpo em 2018, mas ficou meio tímido e acredito que vá deslanchar no ano de 2019. Na área de estudos de casos com e-commerce que adotaram AMP, é possível ver ganhos como:

Melhorias de 75% na taxa de conversão, 37% no tempo de carregamento e 35% na taxa de rejeição.
Exemplo de algumas métricas melhoras com a utilização do AMP para E-Commerce.

Essa não é uma modificação tão simples e requer que você tenha uma equipe de desenvolvimento dedicada ao projeto. No site sobre o projeto do AMP, você pode conferir as otimizações para E-commerce com AMP, alguns cases, exemplos de código-fonte, estudos de casos e também entender os requisitos para desenvolver as páginas nessa estrutura.

Bom, espero que você consiga aproveitar algumas dessas dicas para tirar melhor proveito da Black Friday e aumentar suas vendas! Caso tenha alguma dúvida ou dica adicional, contribua nos comentários abaixo.

1 comentários On A sua estratégia de SEO para Black Friday está pronta?

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.